Apesar de terapia familiar, Brad Pitt e Angelina Jolie permanecem em crise

Rafaela Batista - Publicado 30 de Nov de -1 às 00:11
0 Comentarios

Brad Pitt (56) e Angelina Jolie (45), voltaram a ser notícia depois de mais uma crise familiar. Desta vez, apesar da terapia familiar que os dois estavam realizando, o processo só gerou mais crise no relacionamento conturbado do ex-casal.

Pais de Maddox (19), Pax (16), Zahara (15), Shiloh (14), e os gêmeos Knox e Vivienne (12), Brad e Angelina buscaram ajuda profissional de terapeutas para lidar com questões emocionais do divórcio e suas divergências sobre a criação dos filhos. Porém, as sessões só pioraram as coisas.

Leia mais: Marcela McGowan revela já ter pensado em suicídio


Brad Pitt e Angelina Jolie (Foto: Reprodução/Getty Images)


Separados desde 2016, após graves crises no casamento, Brad e Angelina tiveram desavenças que vieram a público ao longo dos últimos anos. Segundo Jolie, o estopim que motivou a separação foram os comportamentos abusivos de Brad com os filhos. A atriz narra que certa vez Brad teve uma discussão abusiva com o filho Maddox, o que a levou a pedir o divórcio.

Angelina também conta que não era raro Brad usar drogas ou excesso de álcool na frente dos filhos. Brad, por sua vez, alega que Angelina era uma pessoa difícil de lidar e com graves problema de distúrbio alimentar. Pitt já havia ameaçado pedir a guarda dos filhos caso ela não tratasse o transtorno.

"As tensões aumentaram entre Brad e Angelina e a terapia familiar não está acontecendo mais", revelou uma fonte próxima aos dois ao site americano Us Weekly. Além das negociações pessoais sobre o divórcio, o ex-casal também enfrenta uma batalha judicial pela custódia dos filhos.

Pelos trâmites do processo judicial, Jolie não pode deixar a cidade de Los Angeles com os filhos (cidade na qual Pitt também mora), até que todos eles completem a maioridade. Angelina, no entanto, não demonstra mais interesse em morar na cidade. Essa será a principal questão na audiência de custódia, prevista para outubro deste ano.

(Foto Destaque: Reprodução/Getty Images)

 

Deixe um comentário